BRASÃO DE ARMAS DO MUNICÍPIO DE CONCHAS

O poético topônimo se originou da grande quantidade de moluscos, envolvidos em conchas, das mais variadas cores, que pontilhavam o riacho que corre próximo a atual cidade de Conchas a qual foi dada igual denominação. A existência dessa corrente água, na estrada de ligação entre Tietê, Botucatu e Bofete, mais parecia um convite ao viajante exausto, que não titubeava em fazer de suas margens sua pousada preferida. Alguns, até se deixavam ficar ali, construíam seus ranchos, como aconteceu a André Ferreira e a Germano Waiss, que depois trouxeram suas famílias. Assim aos poucos se formou o povoado. A criação de gado, propiciada pelo trânsito de tropeiros passou a ingressar aos moradores. O comércio entrou em fase de desenvolvimento a princípio oferecendo os produtos municipais, conseqüência da expansão industrial que se operou.

Não podemos esquecer que o rápido desenvolvimento de Conchas, característica, aliás, inerente a grande maioria dos municípios paulistas, não esta dissociado do prolongamento da então Sorocabana Railway que desde 1.888 já se estendia até Pereiras, distando de Conchas apenas 6 km.

ASPECTOS ADMINISTRATIVO E JURÍDICO

O Distrito foi criado pela Lei Estadual n° 466, de 05 de dezembro de 1.896. Em virtude da Lei estadual n° 681, de 14 de setembro de 1.899, foi ele transferido do município de Tietê para o de pereiras, retornando, porém, a jurisdição primitiva por força da Lei Estadual n° 819 de 19 de Abril de 1.902.

A sede distrital foi elevada a categoria de Vila pela Lei Estadual n° 1.038 de 19 de dezembro de 1.906.

Por força da Lei Estadual n° 1.513 de 04 de dezembro de 1.916 foi criado o município de Conchas com território desmembrado de Tietê e a sua Vila elevada a categoria de cidade. A instalação da nova comuna ocorreu a 25 de Janeiro de 1.917.

Inicialmente com um só distrito, em 30 de novembro de 1.944, pelo decreto-lei n° 14.334, teve reformulação administrativa passando a dois: o da sede e o de Juquiratiba. Mantém até hoje a mesma composição.

O Município de Conchas esteve subordinado ao termo judiciário e a Comarca de Tietê até 30 de novembro de 1.944 quando o Decreto Estadual n° 14.334 criou o termo e a Comarca de Conchas em 13/06/1945. Atualmente é de 2ª entrância e constituída dos seguintes municípios: Conchas (sede), Anhembi, Bofete e Pereiras.

ASPECTOS FISICOS, SOCIAIS E ECONÔMICOS

Com seus 456 km² localizados na fisiográfica de Piracicaba, Conchas está limitada pelos municípios de Anhembi, Bofete, Laranjal Paulista, Pereiras, Piracicaba e Porangaba. A sede municipal aos 472 metros de altitude, tem sua situação definida pelas seguintes coordenadas geográficas: 23° 00' 30¨ de latitude sul e 48° 00' 00¨ de longitude W.GR. Dista 155 km em linha reta da Capital do Estado, rumo ONO.

Os rios mais importantes são o Tietê e seus afluentes das Conchas e do Peixe. Há ainda diversas correntes de água, como os Ribeirões do Salgado, do Moquém, do Pará e os córregos da Divisa do Anselmo, dos Afredos e de Luís Ribeiro. Entre as elevações, destacam-se o espigão de Morais e o Morro Azul, este com 625 metros de altura, considerando o mais elevado.

O clima é temperado com invernos secos. A temperatura varia entre máxima de 38° C e mínima de 6° C são chuvosos os meses de Janeiro e Fevereiro. Conchas segundo a sinopse preliminar do Censo Demográfico de 2.010, possuem 16.288 habitantes, sendo 12.078 na zona urbana e 4210 na zona rural. Os festejos populares são em sua maioria de cunho religioso. No dia 06 de agosto realiza-se a festa do Senhor Bom Jesus de Conchas, padroeiro da cidade.

A avicultura e a pecuária são as bases econômicas do município, destacando-se outras atividades como: olarias, cerâmicas, marcenarias, laticínios, fábrica de bebidas, confecções de roupas e frigorífico avícola.

Conchas, cidade de agradável aspecto situa-se a margem da Rodovia Marechal Rondon, interligando-se a Rodovia Castelo Branco e esta localizada numa região sedimentar da Era Paleozóica, com rochas sedimentares neptunianas; 500 milhões de anos. Possui vegetação bastante devastada, devido a atividade humana, notando-se predominância de campos. O município é atendido pela Elektro contando com rede elétrica em todo o território; abastecimento de água e coleta de esgoto feita pela SABESP. Na área de telecomunicações a cidade conta com telefonia convencional e celular, e canais de retransmissão de TV (UHF).

Conchas é terra de gente hospitaleira, com paisagens exuberantes, gastronomia típica e muita história, conta também com o Terminal Intermodal sendo o terminal mais próximo da Capital, que já conta com presença da CNAGA, cujo terminal Graneleiro encontra-se em fase de conclusão. Há disponibilidade ainda para a instalação de atracadouros com finalidade especificas com cargas líquidas e containers.

Acesse a versão anterior do Site